Os sábados são um ponto de encontro entre as almas perdidas, almas que outrora fomos. Juntos, separados, pouco importa. Fomos almas. E a alma, está-me aqui a dizer o dicionário, é o princípio da vida. Sem alma não somos ninguém senão meros seres que existem, mas não vivem. Os sábados são os dias em que me entrego às memórias. Naquele sábado eu vivi.

2 comentários:

  1. lovely words <3

    happyonstage.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Adorei Matias *.*
    nós fomos, somos e seremos almas juntas.

    ResponderEliminar